DICAS PARA ESCOLHER UM BOM LOTE


1. Verifique o tipo de solo

Sobre o solo, é importante observar:

· Se há muitas pedras na superfície do terreno, provavelmente será preciso fazer uma fundação mais profunda e mais cara.

· Se há proximidade com rios ou cursos d´água, tubulações e córregos, pois solos alagados também aumentam os custos de fundação.

·

2. Posição em relação ao sol

Na hora de escolher o terreno, veja onde o sol nasce e onde ele se põe. O melhor é deixar os quartos voltados para o nascer do sol. Então veja se a face voltada pro sol nascente fica num bom lugar do terreno ou se ela está virada pra um prédio alto que faz sombra no terreno. Veja também se não um terreno vizinho vazio que pode roubar seu sol mais pra frente.

3. Boa localização e vizinhos

Todo mundo se preocupa com a facilidade de acesso e com a infraestrutura (transporte, lazer, serviços) próximas ao terreno. Mas às vezes esquecemos de coisas que podem causar incômodo. Imagina você querendo dormir e um barulho grande uma casa noturna logo ao lado? Antes de escolher o terreno e decidir, observe sempre o entorno.

4. Veja o tamanho e os recuos obrigatórios

Cuidado com terrenos muito estreitos porque, em geral, você é obrigado a deixar um recuo lateral, ou seja, você não poderá ocupar toda a largura do terreno. Quem determina isso é a Lei de Uso e Ocupação do Solo de cada município.

Em geral, a largura da frente do terreno é valorizada e corresponde a 30% do preço do lote. Quanto maior a frente, mais caro ele é.

5. Cheque o zoneamento e as limitações

O zoneamento divide a cidade em áreas e determina o que pode ser construído em cada uma delas: só residências, prédios, comércio, indústria ou zonas mistas? O zoneamento define também o número de andares que se pode construir (tecnicamente isso se chama gabarito) e quanto pode se ocupar do solo.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo